domingo, 30 de setembro de 2012

Sextilha em Inglês

(Dedicated to my pain ankylosing spondylitis - Dedicado a dor da minha Espondilite Anquilosante)











When my very weak breathing
Can't breathe nothing more
I don't want anyone crying
Or even regretting a sore
Just open their smiles
Let the sunshine cross the door!


Tradução:

Quando minha fraca respiração
Não poder respirar mais nada
Não quero ninguém chorando
Ou mesmo lamentando uma ferida
Apenas abram seus sorrisos
Deixem a luz-do-sol atravessar a porta!

Dublin, 30/09/2012.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Sextilha - De tanto comer cocada











Nesses dias, cá na Irlanda,
Sinto uma falta danada
De desengasgar a goela
Bebendo água gelada
Depois de me entalar 
De tanto comer cocada!

Dublin, 28/09/2012 

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Do mesmo jeito












Mesmo há muito sem te ver
Por seguir vagando a esmo
Meu sorriso, ao te rever,
Haverá de ser o mesmo!

Mesmo sem sermos “a gente”
Mesmo com tudo desfeito
Meu sorriso, inconsciente,
Vai sorrir do mesmo jeito!

Dublin, 25/09/2012.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Cair mostrando o rego









Esperei um arco-íris
Depois do meu desemprego
Fui então pra cima dele
E desci pelo escorrego
Jurando que havia ouro
Mas só fiz ralar meu couro
E cair mostrando o rego!

Dublin, 20/09/2012. 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Teu cafuné











O teu cafuné me bole
Me fole, me desconcerta
Flerta minha paz num gole
Me faz mole, me esperta 
Me aperta e eu: Me sole
Assole e me rocambole 
Só não deixe a porta aberta!

Dublin, 17/09/2012.

Se eu fosse a reticência















Se eu fosse a reticência
De tudo que não lhe digo
Eu esticaria um ponto
Encurvado no umbigo
Emendava o resto e então
Formava a interrogação
D’um: Quer namorar comigo?

Dublin, 11/09/2012

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Vaga de Amante



Erosvaldo Gibrião;  com 19 anos, donzelo e os hormônios na eminência de sair pelas orelhas, ouviu dizer que Dona Macedônia (morena respeitosa e grauda, daquelas de parar a feira) tinha aberto vaga pra amante desde a fatídica morte de Ticiano Begala, encontrado excitado e morto no motel C-kisabe.

Prontamente, Erosvaldo correu na bodega de seu Biduca; pediu caneta e papel, e escreveu o seguinte currículo encordelzado:

Jovem e caucasiano
Alto, másculo e galante;
Nem tão sério como um sapo,
Mas nem tão comediante;
Potente, viril varão
Se põe a disposição
Para a vaga de amante!

Graduado em aguentar
TPM e Menopausa
Com “pós” em “como escutar
e sempre lhe dar a causa”
Não consegue reclamar
E quando você chamar
No resto dará a pausa!

Almeja por pagamento
Bem dizer um “quase nada”
Só dividir o lençol
Por dentro da madrugada
Grunhindo feito um mascote
Cafungando no cangote
D'uma chefa arrepiada!

PS.: Possui habilitação tipo B e uma Shineray.


Dublin, 17/09/2012.

sábado, 15 de setembro de 2012

Esse vento que derruba
















Deixem que seja difícil,
Pois o medo não m’espanta.
Esse vento que derruba,
Quando bate, me levanta.
Ninguém nunca vai saber
Dos nós na minha garganta!

Dublin, 15/09/2012

Incidental de Paquera











Caminhando num palco iluminado
Teu sorriso reluz pra tudo quanto
Estrelando com todo seu encanto
O meu filme: Um bobo atrapalhado
E de tanto qu’eu fico abestalhado
Fui capaz de matar sem nem rancor
Uma pobre inocente de uma flor
Que te dei como amostra inconsciente
Do tamanho que fico inconsequente
Quando vejo teu riso encantador!

Dublin, 15/09/2012