quinta-feira, 29 de julho de 2010

Arrazoando



Outra noite fui à praia
Com meu saco de dormir
E deitei-me na areia
Vendo as estrelas sorrir
Enquanto que a maresia,
Do mar para a rua, ia
Como uma fina bruma
Que eu calculei que deve
Ser feita do branco neve
Das ondas que tem espuma!

E lá estimei também
Na minha imaginação
Que no céu ainda tem
Vaga pra constelação
E tendo assim concluído
Tratei de ter escolhido
Um bom pedaço de céu
Onde vou mandar colar
Um arranjo estelar
Com estrelas de papel!

João Pessoa, 29/07/2010.

3 comentários:

Roserlei disse...

Minino poeta Jessé... boa noite ! Lindooooooooooooooo!

...um pedaço do céu é meu ,onde algumas estrelas reluzem, choram e sorriem.Por favor não escolha o meu pedaço.

Jessé Costa disse...

sim sim sim... pode deixar que no seu pedaço de céu eu não bulo, meu facho de luz Roserlei! o/

Roserlei disse...

Minino poeta...Jessé ...boa noite!

Você é um Lord Absoluto, um ser especial, doativo, carinhoso, "GENTE"!!!!!
Podemos até trocar de céu.
Abraço