domingo, 28 de junho de 2009

Sorrisos de vida

(Sinceridad’escancarada)


Imagem: http://www.flickr.com/photos/harryfirmo

O sorrir da criança travessa
A dureza do dia atravessa;
Num alívio pra dor, é compressa
Pra que vida não se esmoreça
E a idéia então surge à cabeça
Numa estória que um senil inventa
Pra manter a criança atenta
Pra encantar o moleque danado
Vai o idoso deixando de lado
Velhas dores que a idade apresenta!

A alegria de uma criança
Tem poder de rejuvenescer
Tem a força de fazer nascer
Pro futuro uma nova esperança
E enquanto uma ruga avança
A somar numerais à idade
A quem ache a felicidade
Na sinceridad’escancarada
Que transborda em cada risada
De quem nem sabe o qu’é falsidade!

João Pessoa, 28/06/2009.

4 comentários:

Neto Apolinario disse...

é vero ... o sorriso de uma crinaça as vezes muda tudo ...
voltar a ser criança não dá, mas as vezes é bom ter a puresa e a sinceridade do coração de uma criança em nosso peito doentil!!!!

Zé mané disse...

hahay, muito bom mesmo..a alegria q trás uma criança não só com seu sorriso mas também com a confiança que deposita nos braços de um pai, pois sabe que dalí ele nunca cai, fazendo com se torne seu também uma criança!

Carolina disse...

lindo amore adorei essa!



PS.: Neto falando de criança?! aihsiauhsiuashisa ele entende.. Neto Neto ?!! iauhsiauhiuahuias

Gabriella Grisi disse...

Adorei seus poemas,muito bons ;)