segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Flor da Pele

No meio de tantas rosas,
No roseiral mais bonito,
A borboleta mais bela
Flutua sobre o infinito
E de repente detecta
O cheiro doce do néctar,
Que seus anseios repele,
E dando beijos devora
Todo o amor que aflora
Dos poros da flor da pele!

Jessé Costa

Um comentário:

Carolina disse...

falam mais do simplesmente significam...
=]
ai ai Jessezinho!