terça-feira, 3 de novembro de 2009

Dança

Posso até muito ensaiar
Mas quando tomo teu lado
De corpo e rosto colado,
Não consigo acertar

Meus pés me desobedecem
E meus ouvidos se esquecem
De a música escutar...

O meu corpo ouriçado
Fica todo arrepiado
Na tua respiração

Já minh’alma sem cadência
Sai cometendo a insolência
De não seguir a canção...

Sem saber te conduzir
Eu erro sem nem sentir
E tu finges não notar...

Enquanto em teu “ouvidor”
Eu te falo: Minha Flor,
Não compares meu amor
Com o quanto sei dançar!

João Pessoa, 03/11/2009.

Um comentário:

carolina disse...

eitaaaaaaaa danadoooo pior que é mesmo ...

"E tu finges não notar..."

ownnnnn vc se esforça amore!!
beijooooo