terça-feira, 10 de junho de 2008

Assintoticamente Romântico

Essa sua timidez
Tua encabulação
É um dilema cortês
Com só uma solução
Os nossos lábios carentes
Tão assintoticamente
Nunca que se beijarão


O seu jeito de menina
Junto a sua criação
Diz que sem o casamento
Sem a nossa conjunção
Os nossos corpos ardentes
Tão assintoticamente
Nunca que se queimarão


Mas meu jeito Casanova
Don Juan cá do sertão
Vai te encher de desejo
De fazer fornicação
Vou te pôr efervescente
E assintoticamente
Vais estar em minha mão.

(Jessé Costa)

Um comentário:

welmA disse...

muuito bomm!!

aaadorei!!!

não é rosa :P
È BOA!!!

xeru