domingo, 28 de março de 2010

Iluminado



Foi começando outro dia
e nele o carro do sol
subiu rasgando o arrebol,
com a luz que principia,
e então a profecia
do profeta infiel
surgiu bem neste painel
sem ninguém nem perceber:
o sol deu a luz a um Ser
que então caiu do céu!

Nasceu um iluminado,
filho do astro solar,
capaz de alumiar
o temporal mais nublado
e este Ser encantado
teve do sol a missão
de vagar sem direção
pelos caminhos da terra
salvando quem se aterra
nos poços da escuridão!

Este Ser, sã criação
que rezou a profecia
não mais é que a poesia
que ilumina um coração,
filha do sol, a visão
d’um mundo “primaverado”
onde o sombrio é fadado
a morrer na indireta
dos traços de um poeta
e seu Ser iluminado!

João Pessoa, 28/03/2010.

4 comentários:

Roserlei disse...

...minino Jesse...BOM DIA....
O POETA É ISSO AÍ...VOCÊ.

...ILUMINADO E ILUMINANDO ...CONDUZA SUA VIDA!

Abraço.

Ana disse...

Uiii.. tá quase um Apolo! =x

larissa disse...

liindo!

Neto Apolinario disse...

Iluminado ...
sei ...
Isso num foi a purpurina que tu tava usando no sabado a noite nao, que te deixou Ilumindao?
kkkkkkkkkkk

Brincadeiras a parte é sempre bom ver no meio de muita escuridão uma luz que nos de um norte a seguir.