sábado, 17 de abril de 2010

O que eu digo e o que ela diz



O qu’eu digo e o qu’ela diz
são dois tipos de verdades,
são duas realidades:
a que ela fez e a qu’eu fiz.
Na minha eu sou bem feliz,
na dela, ela está curada,
na minha ela estava errada,
na dela eu fui a escória
e é assim que nossa história
segue sendo repassada!

O que eu fiz e o qu’ela fez
é outra jurisdição,
que está aquém do perdão
perante todas as leis;
porém erramos os três
erramos eu, ela e nós
em soltarmos nossa voz
para falar mal da vida
que foi muito bem vivida
antes de ficarmos sós!

João Pessoa, 17/04/2010.

2 comentários:

Rafaely disse...

Senhoritooooo!!!!!!! Como vc escreve bem! cada poema vc surpreende o leitor com essa capacidade de descrição! É um poema mais fabuloso que o outro!
=******

Ana disse...

ountiiiii
tããão tããão essa! =P

adoreiii... roubar ela \o