segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Meu amor pé de tutti-frutti



O meu amor é incrível:
Por mais que você desfrute
Ele é tão intangível
Quanto um pé de tutti-frutti!

O meu amor não tem cor,
Leste, oeste, norte ou sul
Mas onde seu olhar for
Verá meu amor azul

Pois meu amor é assim
Sendo amor quase sem ser
Far-te-á amar a mim
Sem você nem perceber!

UFPB, 16/08/2010.

3 comentários:

Luciano Pedrosa disse...

poeta... esse tah primeira d+++!!!!!

abraço

inté

Roserlei disse...

Minino poeta Jessé..

...gostei do seu poema,lembrou-me o Poema do Desmantelo Azul de Carlos Pena Filho.Puro sonho...
Abraço.

Anônimo disse...

liiindo