domingo, 17 de outubro de 2010

Entendesse?



- Ei! Deixa eu te contar um segredo?

- Segredo? Conta! Adoro segredos!

- Tá. É o seguinte: eu sou poeta.

- Poeta? Tu é poeta? Deixa de resenha!

- Sou sim moça, eu não tou dizendo.

- Então me recita uma poesia, que ai eu acredito.

- Tá certo. Posso fazer uma agora mesmo pra você, pode ser?

- Pode sim.

- Então tá, presta atenção:


Moça, tem jeito melhor

Tem um jeito mais sincero

Mais delicado, sutil,

Mais flamejado de esmero

Do que numa poesia

Eu dizer que não te quero?


- Eihn? Como assim? Isso é sério?

- Sim. Tá vendo como eu sou poeta?

- É... Tou.

2 comentários:

mayara disse...

Muito legal!!!

Anônimo disse...

kkkkk..